A criação 14 - Luzeiros (Gn 1:14)

וַיֹּ֣אמֶר אֱלֹהִ֗ים יְהִ֤י מְאֹרֹת֙ בִּרְקִ֣יעַ הַשָּׁמַ֔יִם לְהַבְדִּ֕יל בֵּ֥ין הַיּ֖וֹם וּבֵ֣ין הַלָּ֑יְלָה וְהָי֤וּ לְאֹתֹת֙ וּלְמ֣וֹעֲדִ֔ים וּלְיָמִ֖ים וְשָׁנִֽים׃

wayyōʾmer ʾlōhim yhi mʾōrōṯ birqiaʿ haššāmayı̂m lhaḇdil ben hayyôm ûḇen hallāylâ whāyû lʾōṯōṯ ûlmôʿăḏim ûlyāmim wšānim:


Vocabulário

Vocábulo Transliteração Classe Frequência no AT Significado
אָמַר ʾāmar verbo 3.516 × Qal: falar, dizer
אֱלֹהִים ʾelohiym substantivo ♂ 2,602 × Deus (de Israel), deuses
הָיָה hāyāh verbo 3.562 × Qal: ser, existir, acontecer
מָאוֹר māʾor substantivo ♂ 19 × luzeiro, fonte de luz
רָקִיעַ rāqiyaʿ substantivo ♂ 17 × firmamento
שָׁמַיִם šāmayim substantivo ♂ 421 × céu
בָּדַל bāḏal verbo 42 × Hiphil: separar
בַּיִן bayin preposição 408 × entre
יוֹם yom substantivo ♂ 2.301 × dia
לַיְלָה laylāh substantivo ♂ 234 × noite
אוֹת ʾoṯ substantivo ♂ 79 × sinal, marca
מוֹעֵד moʿēḏ substantivo ♂ 223 × estação, período de tempo
שָׁנָה šānāh substantivo ♀ 24 × ano

Um pouco de gramática

① O verbo principal da oração וַיֹּ֣אמֶר אֱלֹהִ֗ים é וַיֹּאמֶר (wayyiqtol).

② O sujeito da oração וַיֹּ֣אמֶר אֱלֹהִ֗ים é o substantivo אֱלֹהִים (introduz discurso direto).

Note que à semelhança de Gn 1:1, אֱלֹהִים é, pelo contexto, um substantivo definido por se referir ao Deus de Israel Yahweh (plural majestático).

Observe que a Septuaginta traduz אֱלֹהִים como um substantivo definido: ὁ θεός.

③ O verbo principal da oração יְהִ֤י מְאֹרֹת֙ בִּרְקִ֣יעַ הַשָּׁמַ֔יִם é יְהִי (qal jussivo).

④ O sujeito da oração יְהִ֤י מְאֹרֹת֙ בִּרְקִ֣יעַ הַשָּׁמַ֔יִם é מְאֹרֹת.

De acordo com William, “quando o verbo precede o sujeito, este frequentemente está na 3ª m.s. mesmo quando o sujeito é feminino e/ou plural. Note que o substantivo מְאֹרֹת é um substantivo masculino e no plural.

⑤ A combinação da preposição בְּ + construto-absoluto רְקִיעַ הַשָּׁמַיִם expressa ideia espacial: “Haja luzeiros no firmamento do céus…

⑥ A combinação da preposição לְ + verbo infinitivo construto הַבְדִּיל expressa ideia de finalidade: “para separar…” 

Nesse sentido, a oração לְהַבְדִּ֕יל בֵּ֥ין הַיּ֖וֹם וּבֵ֣ין הַלָּ֑יְלָה é uma oração coordenada final.

⑦ A estrutura בֵּין … וּבֵין expressa ideia espacial: lit. “para separar entre o dia e a noite…”

⑧ O verbo principal da oração וְהָי֤וּ לְאֹתֹת֙ וּלְמ֣וֹעֲדִ֔ים וּלְיָמִ֖ים וְשָׁנִֽים׃ é וְהָיוּ (wayyiqtol).

Note que o substantivo מְאֹרֹת é o sujeito oculto do verbo principal וְהָיוּ.

⑨ A combinação da preposição לְ + os substantivos יָמִים + מוֹעֲדִים + אֹתֹת expressa ideia de vantagem, de modo que temos uma estrutura de dativo de vantagem (dativus commodis): “E sejam [os luzeiros] para sinais, para estações, para dias…”

Note que pelo ordenamento das palavras, o substantivo אֹתֹת domina sobre os substantivos subsequentes, de maneira que podemos traduzir da seguinte forma: “que [os luzeiros] sejam sinais para [indicar] estações, dias e anos.” (cf. NET) 

⑩ A conjunção וְ tem função de copula (aditivo): “para dias e anos.”

A pontuação sôp pāsûq (׃) marca o fim do versículo.

Tradução

E Deus disse:
— Haja luzeiros no firmamento dos céus, para separarem a noite do dia, e que [os luzeiros] sejam sinais para [indicar] estações, dias e anos.

Nota

¹  J.C. Beckmann, William’s Hebrew Syntax, 3rd ed. (Toronto: University of Toronto, 2012), §228.


Slideshow

Baixe o arquivo do slideshow em formato pdf aqui.

*Esse material tem autor. Ao compartilhá-lo, não se esqueça de citar a fonte.