A história de Ana 20 - Samuel (1Sm 1:20)

וַיְהִי֙ לִתְקֻפ֣וֹת הַיָּמִ֔ים וַתַּ֥הַר חַנָּ֖ה וַתֵּ֣לֶד בֵּ֑ן וַתִּקְרָ֤א אֶת־שְׁמוֹ֙ שְׁמוּאֵ֔ל כִּ֥י מֵיְהוָ֖ה שְׁאִלְתִּֽיו׃

wayhı̂ liṯqup̱ôṯ hayyāmı̂m wattahar ḥannā wattēleḏ bēn wattiqrāʾ ʾeṯ-šmô šmûʾēl kı̂ mêhwh šʾiltı̂w:


Vocabulário

Vocábulo Transliteração Classe Frequência no AT Significado
הָיָה hāyāh verbo 3.562 × Qal: ser, acontecer
תְּקוּפָה tᵉqup̱āh substantivo ♀ 4 × curso, virada (tempo)
יוֹם yom substantivo ♂ 2;301 × dia, ano, tempo
הָרָה hārāh verbo 45 × *Qal: conceber um filho
יָלַד yālaḏ verbo 499 × Qal: dar à luz
בֵּן bēn substantivo ♂ 4.941 × filho
קָרָא qārāʾ verbo 739 × Qal: chamar
שֵׁם šēm substantivo ♂ 864 × nome
שָׁאַל šāʾal verbo 176 × Qal: pedir

Um pouco de gramática

① O verbo principal da oração וַיְהִי לִתְקֻפ֣וֹת הַיָּמִ֔ים é וַיְהִי (wayyiqtol): “E aconteceu…”

Note que as sequências dos verbos wayyiqtol expressam o fluxo contínuo da narrativa.

② A combinação da preposição לְ + estrutura construto-absoluto תְקֻפוֹת הַיָּמִים (lit. “virada [curso] do dia”) expressa ideia temporal: “depois de algum tempo”, ou “no tempo devido” (NVI).

③ O verbo principal da oração וַתַּ֥הַר חַנָּ֖ה é וַתַּהַר (wayyiqtol).

④ O sujeito da oração וַתַּ֥הַר חַנָּ֖ה é o nome próprio חַנָּה: “Ana concebeu…” 

⑤ O verbo principal da oração וַתֵּ֣לֶד בֵּ֑ן é וַתֵּלֶד (wayyiqtol). 

⑥ O verbo principal וַתֵּלֶד tem como objeto direto o substantivo בֵּן: “ela deu à luz um filho…”

⑦ O verbo principal da oração וַתִּקְרָ֤א אֶת־שְׁמוֹ֙ שְׁמוּאֵ֔ל é וַתִּקְרָא (wayyioqtol).

Note que dentro da cultura judaica antiga, os nomes das crianças eram tipicamente dados pelas mães.

⑧ O verbo principal וַתִּקְרָא tem como objeto direto a frase אֶת־שְׁמוֹ: “ela chamou o seu nome…”

Note que o sinal acusativo אֶת sempre introduz objeto direto.

Observe que o sufixo 3ª m.s. é um genitivo de posse.

⑨ O nome próprio שְׁמוּאֵל é o complemento do objeto da frase אֶת־שְׁמוֹ: “ela chamou o seu nome de Samuel…”

Note que Samuel significa “seu nome é Deus (אֵל)”

⑩ A conjunção כִּי introduz a oração explicativaכִּ֥י מֵיְהוָ֖ה שְׁאִלְתִּֽיו.

Note que a oração כִּ֥י מֵיְהוָ֖ה שְׁאִלְתִּֽיו é um discurso direto. Assim, na tradução, colocamos a palavra “dizendo”.

⑪ O verbo principal da oração explicativaכִּ֥י מֵיְהוָ֖ה שְׁאִלְתִּֽיו é שְׁאִלְתִּיו.

Note que o sufixo 3ª m.s. do verbo שְׁאִלְתִּֽיו é o seu objeto direto: lit. “eu pedi ele [Samuel]”.

Observe que a explicação de Ana sobre o nome de Samuel é estranha. O mais provável é que o autor de Samuel relaciona a proximidade sonora entre o nome próprio שְׁמוּאֵ֔ל com o verbo שְׁאִלְתִּֽיו. 

⑫ A combinação da preposição מִן + tetragrammaton expressa ideia espacial: “diante de Yahweh”.

Vide tradução alternativa da NVI que considera a frase מֵיְהוָה como um objeto indireto: “eu o pedi ao SENHOR.”

Tradução

Depois de algum tempo, Ana concebeu e deu à luz a um menino. Ela chamou o seu nome de Samuel [dizendo]: “Eu o pedi diante de Yahweh”.

Slideshow

Baixe o arquivo do slideshow em formato pdf aqui.

*Esse material tem autor. Ao compartilhá-lo, não se esqueça de citar a fonte.